DESENHO E IMAGINAÇÃO EDUCAÇÃO INFANTIL Os desenhos contam histórias, são narrativos e carregam em si possibilidades infinitas, podem representar tanto o real quanto o imaginário. CONSTRUTIVIDADE EDUCAÇÃO INFANTIL As vivências com jogos de construção possibilitam as crianças imaginarem, criarem e investigarem a partir de experiências com diferentes materiais.

Educação Infantil

Infância bem vivida aliada ao pleno desenvolvimento infantil a Educação Infantil do Colégio Santa Maria é pensada para e com as crianças e suas famílias. Têm o compromisso com a infância e valoriza o brincar, o criar, o conviver, a relação com a natureza, com o outro e com o corpo que aprende por meio de diferentes linguagens.

Nosso Projeto Pedagógico é pautado em uma concepção de infância e de criança que a compreende como um sujeito potente capaz de atuar, avaliar, construir, reconstruir, levantar hipóteses, problematizar, e manifestar-se de diferentes formas, que devem ser valorizadas, validadas, viabilizadas e estimuladas.

Nas interações, relações e práticas cotidianas que vivencia, constrói sua identidade pessoal e coletiva, brinca, imagina, fantasia, deseja, aprende, observa, experimenta, narra, questiona e constrói sentidos sobre a natureza e a sociedade, produzindo cultura e construindo aprendizagens. Tudo isso passa pelo olhar atento dos educadores e da escuta que acolhe e possibilita experiências significativas de aprendizagem. A intencionalidade pedagógica do professor se constrói no diálogo com as crianças, nas propostas que podem ser apresentadas a elas como convites.

Preocupados com a educação e formação das crianças, buscamos por meio da aprendizagem participativa, apresentar-lhes a arte, a literatura, a poesia, a música, a escultura, o raciocínio lógico, ou seja, a beleza do patrimônio cultural da humanidade, e de maneira indissociável, buscamos valorizar a beleza cotidiana, que nos surpreende diariamente nos gestos, nas manifestações de carinho, ao observar uma flor, nos cheiros, sabores, brincadeiras, nas sensações de felicidade e alegria de estar junto.

PLANTAS FANTÁSTICAS

"O interesse da criança por formas, cores, sabores, texturas, assim como suas perguntas sem fim, sua vontade de tudo agarrar e examinar, e seu amor às miniaturas que comportam o grande em menor tamanho, pode ser traduzido por um desejo de se intimar com a vida. É um intimar para conhecer, pertencer, fazer parte, estar junto daquilo que a constitui como pessoa"
PIORSKI, 2016, P. 96

Observação, invenção e Produções dos processos de criação das crianças

Esta experiência foi realizada por um grupo de crianças de 4 e 5 anos de idade, em territórios de aprendizagem. A investigação foi tecida através da exploração, da percepção sensorial, formulação de teorias, tomada de decisões e da expressão por meio de diferentes linguagens.

 As crianças fizeram observações e invenções com as podas das plantas que nosso jardineiro Jurandir nos presenteou, por meio de diferentes linguagens: desenho, modelagem, sobreposição de flores no retroprojetor, comparação das plantas com a imagem projetada no telão e na utilização de utensílios, como lanterna, espremedor e peneira.

A partir dos interesses das crianças nas interações cotidianas, a professora nutriu a pesquisa com os territórios de luz, cor e plantas, como convite à investigação, em pequenos grupos.

Assim, as transformações contemplaram o significado do processo de investigação: observação e invenção como situações de aprofundamento das pesquisas.

CONSTRUTIVIDADE

Imaginação e criação

As vivências com jogos de construção permeiam o trabalho do Jardim II e possibilitam as crianças imaginarem, criarem e investigarem a partir de experiências com diferentes materiais. Placas de madeira, troncos de árvore, bambus, rolhas aguçam a criatividade e a imaginação.

Conforme as ideias tomam forma às crianças constroem casas, fazendas, elevadores, pistas de corrida, casas de passarinho, canis e pistas de dança. Parcerias se formaram a partir dos interesses das crianças e as aproximações de pensamentos.

Esses momentos são oportunidades enriquecedoras para conviver, dialogar, tomar decisões, aprender uns com os outros, buscar estratégias, confrontar, trocar ideias e explorar noções matemáticas.

A ORGANIZAÇÃO DE ESPAÇOS NA PRIMEIRA INFÂNCIA

Um fio condutor de aprendizagens

O espaço revela a passagem, a competência e a memória de seus habitantes. Um espaço acolhedor, de idas e vindas e tempo para experimentar, fazer junto, criar situações de diálogo, experiências de encontro. Por isso, na Educação Infantil do Colégio Santa Maria, os materiais são cuidadosamente escolhidos, com intencionalidade curricular, a fim de oportunizar diálogo, relação e interação entre pessoas, espaços, objetos e saberes. Há uma relação conectiva para construir, dialogar, conhecer, transformar.

A intencionalidade educativa permeia a organização dos espaços, com o objetivo de proporcionar encontros, relações, vínculo, criação, protagonismo: o profissional que reflete, discute com a equipe, faz travessias sobre os desafios postos a fim de possibilitar aprendizagens significativas para as crianças. Para isso, o educador necessita de coragem e criatividade para sair do padrão utilizado, pensando sempre na criança como principal protagonista no planejamento e dispondo de elementos que possibilitem a identidade, tempo, investigação, criação e expressão em diferentes linguagens.

DESENHO E IMAGINAÇÃO

Desenhar não é uma atividade tão simples como pode parecer. Quando pedem para você desenhar, o que você imagina? Quais os  pensamentos e sentimentos que despertam em você?

Quando pegamos o lápis ou a caneta para desenhar, precisamos nos abrir para todas as possibilidades,deixar fluir os pensamentos e  sentimentos que naturalmente vão surgindo, nos despindo de medos e avaliações. O mesmo acontece com as crianças, elas desenham algo que possui um significado e não necessariamente o objeto. Geralmente, não se preocupam com o certo e errado, com o real e a fantasia, elas embarcam em seus traços e linhas e dão vida a seus pensamentos. Cabe a nós adultos, observar, perguntar, fornecer meios para que as crianças avancem em seu processo de criação e imaginação.

Os desenhos contam histórias, são narrativos e carregam em si possibilidades infinitas, podem representar tanto o real quanto o imaginário.

VIVÊNCIAS CORPORAIS NAS AULAS DE ARTES

Experiências significativas

Sentir a tinta fria com as mãos e com os pés e espalhá-la na barriga ou nos braços, descobrir as muitas possibilidades da argila com o corpo, antes mesmo de saber que com ela se pode fazer modelagens, experimentar diferentes temperaturas, densidades e texturas com as mãos, pintar com os cotovelos… são algumas das experiências vivenciadas pelas crianças da Educação Infantil. 

Atividades que valorizam e respeitam a necessidade e o desejo da criança pequena de conhecer o mundo por meio do próprio corpo.

São propostas para experimentar, sentir prazer e se expressar. Conhecer novos materiais e suportes e explorar suas infinitas possibilidades.

CULINÁRIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Cores, aromas e sabores...

Dentre as diversas atividades propostas para a Educação Infantil, a culinária tem um destaque especial e é um momento muito apreciado pelas crianças. Afinal, quem não gosta de preparar delícias e depois comer em companhia dos amigos?

Durante a culinária as crianças participam ativamente: ajudam na escolha das receitas, exploram os ingredientes, adicionam um a um na tigela, mexem, experimentam, diferenciam sabores e cheiros, misturam tudo e aprendem muito. Depois de pronto degustam com muito prazer!

Sempre que vamos receber alguém na escola, como os pais, por exemplo, fazemos uma culinária especial. Afinal, cozinhar é uma demonstração de carinho e dedicação ao outro.

A atividade de culinária é um excelente recurso pedagógico, pois as crianças podem observar o processo de mistura e transformação dos ingredientes; a cozinha, que é a sala de aula preparada para este fim, se converte em um autêntico laboratório e fonte de informação, repleta de aprendizagens de física, lógica, matemática, linguagem e ciências.

São momentos que oferecem a possibilidade de investigação, de levantamento e validação de hipóteses, de vivenciar situações de contagem, de aprendizagem de noções matemáticas, de leitura da receita, de explorar os órgãos dos sentidos. Enfim… uma aula de inúmeras descobertas!