×

A compreensão do estar no mundo e a responsabilidade do sujeito

O mundo atual é caracterizado por uma dinâmica de mudanças muito intensa, que atingem as mais variadas esferas da vida. Aspectos da economia, política, meio ambiente, movimentos sociais, se transformam e se entrelaçam todos os dias produzindo acontecimentos em uma velocidade por vezes difícil de acompanhar. Os interesses dos atores envolvidos são das mais diferentes ordens, o que por vezes criam múltiplas formas de interpretação e uma real dificuldade das alunas e dos alunos de se posicionarem perante um acontecimento. Essa mesma variedade de interesses, acaba gerando formas diversas de narrativas e favorece o aparecimento de fenômenos como o de “pós-verdade”, conceito esse que designa o desvirtuamento de fatos já consolidados em nossa sociedade.

Nessa mesma dinâmica as chamadas “fake news” ganham força e contribuem cada vez mais com narrativas que buscam ocupar espaços de poder. Tudo isso alavancado pelo momento tecnológico que vivemos, no qual destaca-se a importância e o alcance das redes sociais tanto na propagação de notícias falsas quanto na expansão do alcance das mídias alternativas e tradicionais. A avalanche de informações que existe hoje dificulta o entendimento do movimento do mundo.  Por tudo isso, cresce a necessidade de que estudantes estejam atentos às novas condições de estar no mundo que se erguem na vida cotidiana, principalmente para se posicionar politicamente e saber agir com ética e responsabilidade.

Para isso propomos fazer uma leitura dos principais acontecimentos que ocorrem no Brasil e no mundo, através dos principais veículos de informação (tanto nacionais quanto internacionais) estabelecendo relações com os importantes conceitos das Ciências Humanas e fazendo a leitura de importantes analistas  do atual cenário do mundo contemporâneo. Os temas escolhidos para o curso  serão escolhidos no decorrer do ano letivo por conta de sua relevância na discussão pública e também de acordo com o interesse das estudantes e dos estudantes. 

Conteúdo Programático:

  • Conflitos políticos.
  • Crises econômicas.
  • Crises Ambientais.
  • Crises humanitárias.
  • Crises sanitárias.
  • Eleições nacionais (2022).

Clique aqui e veja o vídeo!